Benefícios do chá de hibisco

A bebida combate a gordura localizada. Conheça os benefícios do chá de hibisco.

Em primeiro lugar, nada de ir aos canteiros e cercas vivas em buscas de flores para fazer chá. O chá de hibisco, que está se tornando famoso por reduzir medidas no abdômen e no quadril, é feito com o botão seco da espécieHibiscus sabdariffa, nativa da África ocidental (é a bebida nacional do Senegal), conhecida no Brasil como vinagreira (especialmente na região Nordeste).

As características do chá de hibisco

O chá de hibisco é rico em antioxidantes (como os flavonoides, substâncias presentes na maioria dos vegetais – mas em quantidades consideráveis no hibisco – que, no organismo humano, reagem com os radicais livres, estabilizando-os e impedindo o envelhecimento precoce e até mesmo alterações no DNA que geram neoplasias).

Radicais livres são átomos instáveis, que apresentam número impar de elétrons na última camada. Eles se formam em todas as atividades metabólicas, como a respiração e a condução de minerais e vitaminas através do sangue. Por serem instáveis, os radicais livres estão sempre em busca do equilíbrio e, para isto, precisam “roubar” um elétron de outro átomo.

Quando estes radicais se acumulam, algumas substâncias são degradadas (como o colágeno e a elastina), provocando, por exemplo, a perda da elasticidade e firmeza da pele, tendões e articulações. Isto provoca reumatismos, artrites, enfraquecimento do sistema imunológico e aumenta o risco de doenças comuns ao envelhecimento: arteriosclerose, catarata, distúrbios cardiovasculares, etc.

Entre os flavonoides do chá de hibisco, entre os mais importantes estão as antocianinas, que atuam na prevenção do câncer, do diabetes e de outros distúrbios metabólicos, auxiliam a saúde dos olhos e do coração, estimulam as funções cognitivas (memória, atenção, etc.) e amenizam alergias cutâneas.

As antocianinas presentes no chá de hibisco também protegem a mucosa do estômago, ao estimularem a produção do suco gástrico, fato que previne o surgimento de gastrites e úlceras estomacais, além de auxiliar no tratamento destas enfermidades.

Botões de vinagreira.
Botões de vinagreira.

Os nutrientes do chá de hibisco

Uma xícara (200 ml) de chá de hibisco sem açúcar fornece:

  • calorias: zero;
  • proteínas: zero;
  • gorduras: zero;
  • ácido fólico: 2 mcg;
  • cálcio: 19 mg;
  • ferro: 0,19 mg;
  • fósforo: 2 mg;
  • magnésio: 7 mg;
  • potássio: 47 mg;
  • sódio: 9 mg.

Os botões do hibisco apresentam ainda traços de vitamina B1 (tiamina) e B2 (riboflavina). De maneira geral, todas as vitaminas do complexo B auxiliam o organismo na captação de energia, ao auxiliar no metabolismo do oxigênio e da glicose. A riboflavina ajuda também na saúde da pele, cabelos, dentes, unhas e ossos.

Chá de hibisco para emagrecer

O chá de hibisco protege o coração por ter efeito redutor da gordura localizada. O consumo excessivo de alimentos gordurosos e de carboidratos brancos (pães, bolos, biscoitos, etc., feitos com farinha integral). A gordura sofre influência genética e se concentra em áreas mais flácidas: abdômen, braços, culotes e papada.

Em excesso, esta gordura tende a fluir através dos vasos sanguíneos, formando os ateromas – placas que se fixam nas paredes dos vasos, gerando altos riscos de doenças cardiovasculares, como infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral.

As antocianinas do chá de hibisco oferecem proteção para o coração através da ação vasodilatadora. Além disto, elas reduzem os depósitos de gordura localizada. O chá também emagrece porque bloqueia a produção de amilase, enzima responsável pela “quebra” do açúcar em moléculas mais simples (como maltose e glicose), permitindo absorção mais rápida.

Com a redução da ação desta enzima, os carboidratos são digeridos mais lentamente. Isto fornece um fluxo contínuo de energia para o organismo – a maior parte dos açúcares será conduzida para o interior das células, e não para a formação de estoques de gordura. Com isto, o chá de hibisco conduz à gradual perda de peso. O ideal é tomar uma xícara após as refeições principais.

Mais benefícios do chá de hibisco

O chá de hibisco não é conhecido apenas como emagrecedor. São conhecidas (e já exploradas pela indústria farmacêutica) as propriedades para estimular o funcionamento do estômago. Além disto, a infusão é diurética (reduzindo a retenção de líquidos), calmante, peitoral e também combate a plica bacteriana.

Em algumas regiões do mundo, o chá de hibisco vem sendo usado há séculos no tratamento do escorbuto, doença provocada pela deficiência de vitamina C que gera hemorragias nas gengivas, dores nas articulações e feridas que não cicatrizam.

Um estudo publicado no “Journal of Alternative and Complementary Medicine”, com 53 voluntários portadores de diabetes que tomaram duas xícaras de chá de hibisco diariamente por duas semanas, concluiu que a planta é eficaz para reduzir o colesterol ruim (LDL) e aumentar o bom (HDL). Em média, o chá diminuiu o LDL em 8% e aumentou o HDL em quase 17%. O mesmo estudo concluiu que o chá de hibisco é mais eficiente que o chá preto no controle do colesterol.

O consumo de chá de hibisco não pode ser excessivo, principalmente em função do alto teor de cálcio da bebida. Os excedentes deste mineral podem progressivamente se depositar no sistema excretor, contribuindo para o desenvolvimento de cálculos renais e de bexiga.

Como fazer chá de hibisco

1 – Em uma panela ou bule com tampa, coloque um litro de água para ferver.

2 – Quando surgirem as primeiras bolhas da ebulição, acrescente duas colheres (sopa) bem cheias de hibisco em pó.

3 – Desligue o fogo, tampe a panela e deixe a infusão descansar por cinco minutos.

Evite voltar a aquecer o chá de hibisco, para não perder as propriedades fitoterapêuticas.

Para xícaras individuais, siga a mesma receita, mas utilize uma colher (chá) de hibisco em pó para 200 ml de água.

Para potencializar os efeitos do chá, troque uma colher de hibisco em pó por:

  • algumas rodelas de gengibre, um alimento termogênico;
  • uma colher (sopa) de cavalinha – erva com ação diurética;
  • uma colher (sopa) de alfafa – erva com ação anti-inflamatória.

 

Também Recomendamos

Deixe uma resposta