Remédios naturais para dor de garganta

Na maioria dos casos, ela é causada por amigdalite ou faringite. Confira remédios naturais para dor de garganta.

Mais da metade dos casos de dor de garganta é de origem viral. É um dos sintomas de gripes e resfriados, mas existem casos decorrentes da mononucleose. O tempo seco, especialmente em regiões onde o ar é muito poluído, também é propício para o surgimento do desconforto, que pode ser combatido com remédios naturais.

Apesar de haver quadros de dor de garganta provocados por bactérias, os principais “vilões da história” são os vírus, que não podem ser neutralizados com antibióticos. Automedicar-se com estes remédios, além de inócuo, pode trazer mais riscos à saúde.

Em geral, a dor de garganta é resultante apenas de uma irritação passageira. Por isto, antes de recorrer aos medicamentos alopáticos, é possível curar o mal com remédios caseiros. Muitas plantas apresentam propriedades antivirais, antibacterianas, analgésicas e anti-inflamatórias.

Aliviando a mucosa

A dor de garganta, na imensa maioria dos casos, é uma resposta do organismo: a mucosa da faringe está inflamada por algum motivo. E, uma vez, que todos os alimentos passam pela faringe, a inflamação tende a se agravar e o órgão fica inflamado e dolorido.

Com um gargarejo de solução salina, porém, é fácil “acalmar” a garganta. A água salgada reduz a quantidade de água e também as secreções presentes na região. As narinas também são desobstruídas com este procedimento.

Para o gargarejo, só é preciso uma xícara (chá) de água e uma colher (chá) de sal. Aqueça a água (não é necessário deixar ferver) e misture o sal até obter uma mistura homogênea. Repita o gargarejo três vezes ao dia, mas não ultrapasse este limite.

O gargarejo com sálvia também alivia a dor de garganta (a sálvia tem propriedades adstringentes e bactericidas) basta uma xícara (chá) de água e duas colheres (sopa) de flores e folhas de sálvia, que podem ser frescas ou secas. Ferva a água e despeje-a sobre a erva. Cubra por dez minutos, adicione uma pitada de sal e comece o gargarejo.

O muco presente nas vias respiratórias é uma proteção contra agentes invasores: bactérias, vírus, material particulado, etc. O exagero no gargarejo com solução salina retira esta proteção natural e expõe a pessoa a riscos mais ou menos graves.

Bebidas especiais contra a dor de garganta

Mel quente com limão

Em uma caneca, coloque uma colher (chá) de mel, meia xícara (chá) de água morna, uma colher (chá) de sumo de limão. Aqueça a mistura por um minuto no forno micro-ondas. Coloque uma fatia de limão e beba antes que o líquido esfrie.

Tanto o mel quanto o limão trazem alívio rápido para a dor de garganta. O chá pode se tornar ainda mais potente com algumas raspas de gengibre, que apresenta efeitos analgésicos e termogênicos, aquecendo temporariamente a garganta.

Vinagre e mel

O vinagre apresenta índices elevados de acidez, que cria um ambiente inadequado para a maioria das bactérias. O mel entra na receita para aliviar a dor de garganta. A receita é simples: em uma xícara com água quente, coloque uma colher (sopa) de vinagre de maçã (ou vinagre branco) e a mesma medida de mel. Beba em seguida.

Não abuse do vinagre: por ser muito ácido, o emprego regular pode alterar a pH da garganta e causar outras irritações. Utilize-o sempre diluído em água e, se a receita não funcionar nas duas primeiras doses, não insista: é um indicativo de que a inflamação é provocada por vírus, que em geral não sofrem com a ação do vinagre.

Althaea

Também conhecida como malvarisco, a althaea está presente na formulação de diversos medicamentos. Nativa da península Ibérica, ela já é cultivada em diversas partes do mundo e pode ser encontrada em casas de ervas.

A althaea apresenta teores elevados de mucilagem, uma secreção rica em polissacarídeos, cuja é função é reter água (por exemplo, para proteger as sementes da planta). No organismo humano, a mucilagem ajuda a aliviar a mucosa.

O preparo é simples: mergulhe uma colher (sopa) da raiz da althaea em uma xícara de água fervente. Cubra a mistura e deixe descansar por 30 minutos. Beba em seguida.

Pimenta

A pimenta-caiena é uma das principais fontes de capsaicina, substância sedativa capaz de temporariamente aliviar dores (este é o motivo por que, quando comemos pimenta, parte da cavidade bucal ficar “anestesiada” por alguns instantes).

Em uma xícara de água quente, coloque uma colher (chá) de mel e meia colher (chá) de pimenta-caiena em pó. Beba em pequenos goles, para prolongar o alívio da dor de garganta. Se for necessário, reaqueça a mistura, para obter resultados mais consistentes.

Mais receitas contra a dor de garganta

Alho

Muitas pessoas evitam o consumo de alho, em função do odor que o tempero deixa no hálito. No entanto, o alho é rico em alicina, uma substância anti-inflamatória e antibacteriana, capaz de matar os germes causadores da dor e da inflamação.

Descasque um dente de alho e corte-o ao meio. Coloque cada metade em uma bochecha e alterne-as, chupando-as como se fossem balas. Faça isto logo no início da inflamação e repita o procedimento uma vez por dia, até obter alívio.

Vapor

Especialmente nos dias secos, quando a dor de garganta é causada pela baixa umidade relativa do ar, o vapor d’água pode ajudar bastante. Além disto, ele é útil para desobstruir as narinas e vias aéreas superiores, tornando a respiração mais fácil.

O ideal é fazer uma inalação com o vapor d’água. Coloque água quente até a metade de uma bacia e, se preferir, pingue algumas gotas de óleo de eucalipto ou de limão. Cubra a cabeça com uma toalha e debruce sobre a bacia, para receber o ar quente no nariz e na boca.

Cravo-da-índia

Os pauzinhos de cravo podem ser utilizados para aliviar dores de garganta e da boca. O vegetal é rico em eugenol, um analgésico natural consumido há milênios na Ásia central e oriental. O eugenol também atua como antisséptico e antibacteriano.

Para aliviar a dor de garganta e outros sintomas físicos das gripes e resfriados, masque alguns pauzinhos de cravo-da-índia (deixe-os na boca até que amoleçam e, em seguida, masque-os como se fossem chicletes). O procedimento liberará o eugenol gradualmente, fornecendo a analgesia para a dor. Engolir os pauzinhos não traz nenhum efeito colateral.

Também Recomendamos

Um comentário

Deixe sua resposta
  1. Boa NOITE, PRIMEIRO VOU COMENTAR QUE ESTAS INFORMAÇÃO É MUITA BOA, MAS POR OUTRO LADO DEVERIA TER UM CLIKE QUANDO POSTAR E ENCONTRAR ALGO MAL ESCRITO , PARA PODER CORIGIR, COISA QUE EU NÃO ENCONTREI, SE PUDEREM PROVIDENCIAR EU AGRADEÇO., POR OUTRO LADO A MIGDALITE OU DOR DE GARGANTA TEM CURA , SEM PRECISAR CIRURGIA,, O SABUGUEIRO É UM EXELENTE REMEDIO PRA DOR DE GARGANTA ,CAUSADO POR VIRUZ OU POLUIÇÃO, JÁ AMIGDALITE CORTA ELA COM BENSIMENTO, PODE ESTAR INFLAMADA QUE EM 3 DIAS DESENFLAMA E NUCA MAIS VOLTA, SOU UM POUCO DE TUDO COMO JÁ COMENTEI MINHA MÃE ERA CURANDEIRA A 50 ANOS, EU APRENDI E CONTINUO FASENDO O BEM SEM OLHAR A QUEM, POR OUTRO LADO AQUELE Q COBRA NÃO VALE NADA, POIS TUDO QUE VOCE ERDOU DE GRAÇA, NÃO PODE COBRAR DE NEGUEM, O MEL QUENTE VI UM COMENTARIO, MAS NÃO CURA ALIVIA, DEPOIS APENAS SE MOLHA JÁ VOLTA TUDO, ,,SE NÃO FOR PEDIR DE MAIS GOSTARIA QUE ABORDASEM O CASO DE ASMA OU BRONQUTE ASMATICA, POIS MUITOS SOFREM COM ESTA DOENÇA CURAVEL, PARA O BENSEDOR EM NOME DE DEUS, RECEBAM MEU ABRAÇO.

Deixe uma resposta